A finidades


Afinidade é um dos poucos sentimentos que resistem ao tempo e ao depois. A afinidade não é o mais brilhante, mas o mais sutil, delicado e penetrante dos sentimentos. É o mais independente também. Não importa o tempo, a ausência, os adiamentos, as distâncias, as impossibilidades. Quando há afinidade, qualquer reencontro retoma a relação, o diálogo, a conversa, o afeto no exato ponto em que foi. Ter afinidade é muito raro. Mas, quando existe não precisa de códigos verbais para se manifestar. Existia antes do conhecimento, irradia durante e permanece depois que as pessoas deixaram de estar juntas. Afinidade é ficar longe pensando parecido a respeito dos mesmos fatos que impressionam, comovem ou mobilizam. É ficar conversando sem trocar palavras. É receber o que vem do outro com aceitação anterior ao entendimento. Afinidade é sentir com, Não é sentir contra, Nem sentir para, Nem sentir por, Nem sentir pelo. Quanta gente ama loucamente, mas sente contra o ser amado. Quantos amam e sentem para o ser amado, não para eles próprios. Sentir com é não ter necessidade de explicar o que está sentindo. É olhar e perceber. É mais calar do que falar,ou, quando é falar, jamais explicar: apenas afirmar.. Afinidade é ter perdas semelhantes e iguais esperanças. É conversar no silêncio, tanto nas possibilidades exercidas quanto das impossibilidades. Afinidade é retomar a relação no ponto em que parou sem lamentar o tempo de separação. Porque tempo e separação nunca existiram. Foram apenas oportunidades dadas (tiradas) pela vida. para que a maturação comum pudesse se dar. E para que cada pessoa pudesse e possa ser,cada vez mais a expressão do outro sob a forma ampliada do eu individual aprimorado. Às vezes penso que você é apenas um sonho.
Quando dois corações pulsam no mesmo ritmo, todo o Universo a sua volta harmoniza-se. Quando duas almas se encontram e se reconhecem, o tempo é mera ilusão e todo o sofrimento, pequeno espinho do caminho... As alegrias simples, transbordam do cálice do amor e os pequenos gestos de carinho, movimentam turbilhões de sentimentos elevados, que alcançam as esferas sublimes emocionando até aos anjos. Esse encontro pode durar um segundo, um mês ou mil anos, mas será eterno o seu encanto. E o bem que faz aos dois, multiplica-se para milhões, pois que funde-se ao amor Divino, objetivo dos objetivos. Esse encontro pode se dar por um olhar, por carta, telefone, pessoalmente e até telepaticamente... O que importa, é que as ações, pensamentos e palavras, ficarão eternizadas ecoando pelo cosmos, como ondas de rádio a viajar pelo espaço infinito, semeando vida e amor. Que eu possa estar com você caminhando de mão dadas pela estrada da vida para sempre.
O amor não tem pressa, não tem jeito, não tem hora, não tem motivo. O amor simplesmente acontece, simplesmente nasce, simplesmente flui, simplesmente te amo. Perguntei a um sábio a diferença que havia entre amor e amizade, ele me disse essa verdade… O amor é mais sensível, a amizade mais segura. O amor nos dá asas, a amizade o chão. No amor há mais carinho, na amizade compreensão. O amor é plantado e com carinho cultivado, a amizade vem faceira, e com troca de alegria e tristeza, torna-se uma grande e querida companheira. Mas quando o amor é sincero ele vem com um grande amigo, e quando a amizade é concreta, ela é cheia de amor e carinho. Quando se tem um amigo ou uma grande paixão, ambos sentimentos coexistem dentro do seu coração. Confia no meu amor.
Por ser exato o amor não cabe em si. Por ser encantado o amor revela-se. Por ser amor Invade e fim. Se você quiser carinho, venha logo de mansinho, me fale bem baixinho. Que só quer me amar, que o amor vai rolar. Sei que vai gostar e eu… Vou me apaixonar. Foi então que você me puxou e me abraçou tão forte, que eu pude sentir seu coração batendo aceleradamente em cima do meu, e foi aí que eu entendi que realmente abraço é um encontro de dois corações.

Comentários

Postagens mais visitadas